Dicas para o desapego material

O desapego material é uma tarefa difícil especialmente na nossa sociedade que valoriza imenso o consumismo. Para que comece a ser mais fácil, e apesar de exigir um trabalho individual constante aqui vos deixo 6 perguntas fulcrais para que iniciem este processo de desapego.


1) Eu usei isto nos últimos 12 meses?
2) Eu compraria isto hoje?
3) Será deitar o dinheiro fora?
4) Tenho itens/artigos semelhantes?
5) Tenho um plano realista?
6) Tenho espaço na minha casa?



Estas foram as seis questões que considerem mais pertinentes relativamente ao processo de desapego. Relativamente à primeira questão, penso que qualquer coisa que não tenha sido usada nos últimos 12 meses tem grandes probabilidades de não ser mais usada, com raras excepções. 
Quanto à segunda questão, indico para que sejam sinceros com vocês próprios e se questionem... se fosse hoje comprariam essa(s) peças(s) na loja... desapeguem-se do que já não deve fazer parte da vossa vida. 
Livrem-se dos sentimentos de culpa no caso de já terem gasto o dinheiro com algo de que não necessitem e considerem a possibilidade de venderem ou então doarem! (Relativamente à 3.ª questão)
De quantos artigos idênticos precisam? Reduzam o que é repetido e libertem espaço! (questão 4)
Face à 5.ª questão alerto para que analisem, se por exemplo, dois anos depois, irão consertar algum artigo que esteja danificado e que por acaso já não lhe ligam nenhuma... Sejam realistas e usem o que têm! 
Um lugar para tudo, e tudo no seu devido lugar... questionem-se ... têm espaço para o que têm e para o que querem comprar? Avaliem o vosso espaço e adaptem-no à realidade! (questão 6)

São estas as minhas dicas powers! 
Espero que façam uma boa reflexão! 

O desapego não significa que não devam possuir nada, mas sim que nada vos deve possuir! 

Beijinho
PowerBlog

Sem comentários:

Enviar um comentário